Tag: qualidade de vida

Rápido & d e v a g a r

Subjetivo, mental, suscetível ao ambiente e à quantidade de informações inseridas neste, o tempo em que vivemos é rápido.

Aquela incomoda sensação de que as vinte e quatro horas não são suficientes para um dia tipicamente urbano, parece contrastar com a lentidão do relógio no mesmo dia em outra época ou lugar.

É o excesso de informação que dirige nossa atenção em diversas direções, desviando a mente do momento presente e causando a impressão de aceleração do tempo.

O antídoto é um exercício desafiador, tentar manter-se no momento presente, sem projetar-se para o futuro ou passado o tempo todo. Contemplar o agora não importa o que esteja fazendo.

Mas além de diminuir a quantidade de informação e exercitar-se no aqui agora, lembre-se o tempo é também uma questão de escolha.

E escolher o que se quer priorizar ou como se quer valorar cada momento pode ser a chave para fazermos as pazes com o relógio.

Ser ou não ser o trânsito?!

“Você não está no trânsito. Você é o trânsito”. A frase inspirou o vídeo brasileiro premiado no concurso mundial da Siemens sobre sustentabilidade.

O que nos faz acreditar que o trânsito são os outros? Confira o vídeo pode nos inspirar a transformar de maneira positiva o nosso dia a dia.

Desacelerando o olhar

Quando os dias estão cada vez mais curtos e os afazeres se multiplicam, é preciso ter atenção para valorizar e dar sentido às pequenas coisas que temos ao redor. São exatamente essas pequenas coisas, as mais capazes de fazer transformações importantes e sutis na qualidade de nosso dia a dia.

E se viajássemos no tempo para resgatar um hábito mais simples, como o de escrever uma carta a mão a um amigo distante?

Para esta proposta, o que mais importa é a forma, o como transmitimos uma mensagem. A textura da tinta no papel, o selo (sim, eles ainda existem e podem ser bem bonitos) e o carinho impresso em sua letra são incomparáveis, assim como a surpresa em receber uma carta que viajou longamente no tempo e no espaço e te encontrou distraído, por estar atarefado na correria cotidiana.

Leve a idéia adiante, mande notícias no envelope a um amigo essa semana.

Audiência Pública – Linha 6 Laranja Metrô SP

O Conselho Estadual do Meio Ambiente  realizará, no dia 08 de maio de 2012, às 17h00, no Auditório da UNINOVE – prédio Graduação, na Av. Francisco Matarazzo, 364, Água Branca, São Paulo – SP, audiência pública sobre o EIA/RIMA do empreendimento “Linha 6 Laranja do Metrô – Brasilândia / São Joaquim”, de responsabilidade da Companhia do Metropolitano de São Paulo – METRÔ.

Como uma reunião aberta, na audiência pública qualquer pessoa pode comparecer. Nesta serão expostas e esclarecidas questões sobre o Estudo de Impacto Ambiental da linha 6 do Metrô de São Paulo.

Operação Urbana?

A Prefeitura de São Paulo quer revisar a Operação Urbana Água Branca, possibilitando adicional de 1,85 milhão de metros quadrados e, assim, aumento do potencial construtivo, no perímetro de 540 hectares entre a Lapa e a Barra Funda.

Notícia veiculada em jornal de grande circulação este mês, alerta sobre Projeto de Lei de iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo que visa alterar a Operação Urbana Água Branca (instituída por lei em 1995), para permitir em adicional de 1,85 milhão de metros quadrados no perímetro de 540 hectares e, assim, possibilitar a construção de 16.740 apartamentos , atraindo 66,9 mil moradores para espaços próximos a linha férrea (Lapa – Barra Funda).

O jornal alerta: “Se todo esse potencial construtivo for vendido, serão 160 habitantes por hectare em bairros cuja ocupação média atual é de apenas 36 pessoas por hectare”. (notícias veiculadas no jornal Estado de São Paulo em 16/04/2012 e 21/04/2012).

Mas, afinal, o que são Operações Urbanas?  Para que servem? Como este instrumento de intervenção urbanística vem sendo utilizado na Cidade de São Paulo? E como tudo isso pode afetar o seu dia-a-dia?